terça-feira, 30 de setembro de 2008

M E N S A G E M







Se pesquisares dentro de ti saberás que perdeste imenso tempo com coisas e pessoas que não mereciam atenção.

Conseguirás descobrir que muitas pessoas já te trairam e tu nunca soubeste porque...

Estavas errado e nunca descobriste porque não encontraste a verdade.

Achavas que haviam verdadeiros, mas afinal eram ilusões.

Perdeste tempo a tentar construir uma coisa que não existia e, ainda, perdeste mais tempo em pensar no que erraste.

Nunca foste tu quem errou, nunca foste tu quem disse uma palavra errada...

Mas, mesmo assim , achas que não consegues ultrapassar tudo sozinho.

É nos momentos em que achas que tudo e todos estão contra ti que descobres quem é que esteve sempre lá e tu quem te limpa as lágrimas e diz que vales muito mais do que pensas...

Verdadeiras amizades são cada vez mais raras, muitas pessoas sofrem cada vez com sentimentos que nunca deveriam ter existido.


http://nightmare039.blogspot.com/


SEM INTRIGAS








Tanto blá blá blá...
Tanta besteira
Tanta mágoa registrada
E, tanta asneira.

São maldades antigas
Muitas injustiças
Que já deviam
Ser esquecidas.

Essas tantas malícias
Quando não se tem culpa
E estamos realmente sinceros
Nada vai ser desculpa
Perdoando os paralelos.

Por todos desejos, apenas
Aquilo que me fizeram chorar
Lágrimas nem tão pequenas
Que nunca vi secar.

Mas, sou muito forte
E tenho bom coração
Irão me apagar com imensa sorte
Todas intrigas e confusão.

Rogéria Costa

domingo, 28 de setembro de 2008

Pena de morte






Não concordo com a pena de morte .

Mesmo que alguém erre ao tirar a vida de outro, não se pode
condená-lo a morte.

Existem muitos casos de enganos, onde pessoas são julgadas e condenadas sem ter cometido nenhum crime.

E, se condenarmos, alguém ,erroneamente, tirando-lhe o direito de viver.

Pode ser até por vingança, intriga e prejudicá-lo para sempre.

Por isso, acredito na vida.

Acredito na recuperação do ser humano.

Mas, é preciso que se dê infra estrutura para que essa pessoa se reabilite.

Desenvolver, no réu, potencialidades que possam lhe dar condições de refazer sua vida honestamente.

E depois de pagar suas dívidas a sociedade, poderar sair em busca de uma vida honesta.

Contudo, aqueles que são irrecuperáveis, onde executaram crimes hediondos, devem ficar definitivamente presos, para não prejudicar a sociedade.

Portanto, devemos ponderarmos nossos julgamentos diários.

Observar as pessoas sem preconceitos, sem se direcionar pelo que lhe foi dito daquela pessoa, mas com o diálogo e a observação consciente.

Precisa-se conhecer quais os reais motivos do objeto em julgamento, por haver se comportado de maneira contrária a seus direcionamentos .

Não se deve julgar apenas a pessoa, mas a contextualidade em que foi inserido aquilo que considera errado ou não.

Muitas vezes, um equívoco pode se visto de várias maneiras.

O conceito de algum engano tem variadas maneiras de ser interpretado e colocado no meio de um episódio.

Para cada episódio, um engano pode ser visto de várias maneiras.

Matar é crime.

Porém, existem várias modalidades de condenação para o crime de morte.

Demonstrando-se essa hipótese para um nível menor, ao sermos malcriado com alguém é pernicioso ( não chega a ser ilegal ), mas dependendo dos motivos, nossa condenação pode ter grande ou pequena proporção diante de diversas apreciações.

Assim, não se deve pressionar, intimidar, intrigar, conduzir uma criatura ao desastre de vida, apenas, por um ato incompreendido de julgamento.

Pode até não levá-la a pena de morte.

Porém, atrapalha sua vida... por muito tempo.

Mesmo que aquele que foi julgado consiga se libertar, provando que não é nada do que pensaram dele, injustamente.

Mesmo, que o condenado consiga sair ileso ao levar uma vida que não merecia, participando de várias injustiças por muito tempo.

Ficarar, eternamente, aquele ¨ vazio ¨dos anos de injustiças que vivenciou, e não voltaram jamais.

Tudo isso, por quê ?

Por uma intriga infundada, por raiva de outros e transferida áquele julgado, sem mesmo conhecer a razão de tanto rancor?

Por preconceito ?

Por injustiça ?

Por molecagem ?

Por um erro de julgamento ?

Por desamor ?

Por querer ?

Por piraça ?

Por falta de fé no semelhante ?

Por falta de amor a Deus ?




Rogéria Costa

EU MESMA...








Como é bom abrir o extrato de cartão de crédito e verificar que o
total da fatura é R$ 0,00.

Parece que lhe tiraram um peso da sua consciência
e você pode
ficar tranquilo.

Os zeros são para o total da fatura e não para mim.

Não estou a venda, nem necessito de ser julgada pela conta do meu cartão de crédito.

Não sou ¨dez¨, nem ¨mil¨ , nem ¨ zero¨... Sou gente.

E gente não se mede pela quantidade de dinheiro que consome.

De pessoas mede-se a sua capacidade de amor ao próximo, o tamanho de compreender o verdadeiro sentido da vida.

Não tenho receio de ser julgada, temo sofrer mais injustiças em detrimento dos maus julgamentos a respeito do meu comportamento.

Não vivo querendo receber conceitos das pessoas.

Pretendo ser, apenas, eu...

Eu acompanhada das minhas dúvidas...

E conseguindo vencê-las.

Coisa banal e muito natural !

Eu com meus desejos , anseios e convicções.

Quero tornar meus atos pacíficos e legais.

Quero ser feliz comigo mesma.

E essa felicidade transmitida, genuinamente, a todos.

Preciso vencer minhas derrotas, sem derrotar ninguém.

Quero viver livre, leve e solta, como diz o poeta.

Esquecer os perseguidores, malvados e injustos.

Enfim, tenho a certeza que serei feliz !



Rogéria Costa

P A Z







Paz não significa silêncio, ócio nem mesmice.

Paz é saber conviver com respeito ao próximo, sem prejuízo
de um para benefício de muitos.

Paz é verdade...simpliscidade, coragem e harmonia.

Paz é ser capaz de possuir a sabedoria de convivência em sociedade.

Paz é ser livre para ir e vir a qualquer lugar,
sem prejudicar ninguém.

Paz é poder escolher suas normas de procedimento
para seu bem e de todos.

Paz é conviver com gente leal, verdadeira e amiga.

Paz é saber que existem pessoas preocupadas em lhe
impulsionar para o progresso.

Paz é não ser egoísta, chegando-se ao ponto de saber
que um ente querido, necessita de sua ajuda
(material e pessoal) e dar-lhes às costas.

Mesmo que você tenha condições de ajudá-lo.

Paz é não ser persuadido a praticar algum ato que
você será lesado, junto com seu semelhante.

Paz é reconhecer que errou, se arrepender e não mais
voltar a cometer novos erros.

Paz é ter a consciência tranquila ,sabendo que todas suas realizações foram para sua felicidade e dos outros.




Rogéria Costa

F E L I C I D A D E S









Torna-se muito cômodo para os ¨dominadores¨
deixarem uma pessoa livre para escolher seu destino.

Mas, por outro lado, induzindo-a em trilhar o caminho pelo qual os ¨dominadores¨ sairem vencedores.

Vencedores da infelicidade daquela pessoa idealista,
otimista, romântica e que foi traída.

Traída, justamente, por quem tanto amava,
que tinha o dever de defendê-la do desconhecido.

Desconhecido, apenas, por ela, porém,
os dominadores sabiam de toda farsa.

Farsa para uma pessoa que foi levada a participar de
uma situação mentirosa e cruel, que não desejaria para ninguém.

A ignorância deu márgem aos dominadores colocarem
áquela pessoa no caminho que eles se aproveitassem da situação.

E, ao entrar na trincheira em que a induziram,
obrigatoriamente, teve de conviver com tanta atrocidade,
maltratos e absurdos, sem nem entender as razões e nem deixá-la ser feliz em outros destinos.

Mesmo com seus defeitos, áquela pessoa procurou ser feliz em conjunto.

Porém, nunca reconhecida pelos seus próprios méritos.

Os absurdos que vivenciou e ouviu, as negações na qual lhe determinaram, as humilhações sem necessidade.

Por favor, não repitam tudo isso com mais
ninguém, nem mesmo com essa pessoa !

Por outro lado, deixá-la sem participar da vida, sem que tenha mais a possibilidade de conhecer outras pessoas e sem recomeçar.

Nada disso, não irá corrigir os erros passados dos ¨ dominadores¨.

Nada justificará essa falsa paz, que tem o objetivo de castigar a pessoa,
por não aceitar ter sido usada pelos ¨dominadores¨.

Os ¨dominadores¨ por serem covardes demais, com atitudes de ¨bonzinhos¨, agora, dizem defender áquela pessoa, isolando-a.

Justamente, no momento em que está mais fortalecida, confiante, consciente e sabedora dos enganos que lhe envolveram.

Para os ¨dominadores¨, desejo vários anos de vida
com saúde, fartura, felicidade.

Embora, saiba que sua consciência será seu algoz e lhe cobrará,
sempre, a falta de respeito com o próximo.

Precisam presenciar a vitória daquela que foi usada por eles.

Entretanto, aquela que sofreu, sem ao menos saber dos motivos,
desejo tudo de bom.

Que se liberte definitivamente das correntes psicológicas
dos ¨dominadores¨e que trilhe o caminho escolhido.

Caminho da felicidade, com pessoas ,realmente,
comprometidas em transmití-la para todos, preocupando-se com as consequencias dos seus atos para atingir a meta de ser feliz.


Rogéria Costa

sábado, 27 de setembro de 2008

L E I A...(Clarice Lispector)



D E L E T E




Quem faz o mal não é feliz.


Considero covardia, invadir o espaço
do outro para se realizar.


Usar e abusar de pessoas ¨amigas¨ para
proveito pessoal.


Mentir, enganar, ludibriar, prender alguém
para se aproveitar da sua vida.


Dominar, determinar, explorar alguém para
se beneficiar com isso.


Não pensar nas consequencias dos seus atos
ao confundir os pensamentos
alheios para obter lucro.


Estagnar o destino alheio para
receber melhorias.


Destruir possibilidades de crescimento
do seu semelhante.


Confundir o pensamento do outro para
determinar ganhos e poder sobre ele.


Defender somente suas idéias sem pensar
se o destino do outro será negativo.


Usar da sua autoridade e poder para
destruir sonhos.


Invadir o espaço do semelhante ,achando que
ele não tem merecimento de
ser feliz com o que quer para si, porém, com
o que você decidiu,
irresponsavelmente, para vida dele.


Transformar a existência de alguém num
inferno, pois acha que ele só merece isso.


Comporta-se, cinicamente, diante da dor, do sofrimento e do desespero alheio.


Defender, apenas, seus interesses, fazendo
do seu semelhante um
capacho para se beneficiar com isso.


Não dar liberdade as pessoas de determinarem
e viverem suas vidas
conforme sua própria vontade.


Trair a confiança daquele que sempre
lhe respeitou e, jamais,
pensou em ser enganado por voce.


Nunca saber respeitar a individualidade
de cada um.


E, acima de tudo, não viver, verdadeiramente , os ensinamentos de Deus.


Sinto muita COMPAIXÃO de pessoas com
esse comportamento.


Mesmo que tenham tudo na vida não
encontraram a felicidade.


Elas só sabem viver buscando o
mal do seu irmão.



Rogéria Costa.

sexta-feira, 26 de setembro de 2008

P Â N I C O



Você já esteve nesta situação ?

Desdentada...
Buchuda...
Perna inchada...
Aperriada...

E, por cima, censurada !

Num buraco sem fim.
Sem forças para sair.
E consertar tudo isso .
Tanto descaso, enfim...
Sempre a insistir.
Sem merecer nada disso.

Não pensem que isso é verdade !
Consiste, apenas, numa brincadeira.
Para se pensar
.
Como tanta besteira.
Faz a gente meditar.
E, seriamente acreditar.


Somente nesta bobeira.
Todo esse humor levar
.
E de tanta asneira.
A vida alegrar.


Estamos fazendo humor
.
Com o que não nos afeta
.
Mas, com grande pavor
.
Se o calo nos aperta.


Isso é para gente relaxada.
Que não tem nenhum valor.
Nem pode ser reservada.
Uma vida despregiada
.
Dessa fila de amargor.


Brincar com a esquesitice
.
De tanta confusão
.
Para assegurar a crendice
.
Daquilo que faz tanto mal.
Esbarrando com a meninice
.
Etc ... e tal !

RogériaCosta


O ABRAÇO










Pedi o braço
.
E toda emoção
Sentindo seu abraço
Em meu coração.


Apenas, a lua como testemunha.
Companheira inseparável .
De todo sonho que compunha .
Nesta noite incomparável .


Serve como companheira .
Desse grande amor .
Confidente verdadeira .
Do nosso clamor.


A lua se faz amiga .
Desse casal apaixonado.
Testemunha antiga.
Do beijo colado!


Beijos emaranhados.
De pessoas encantadoras.
Com corações apaixonados .
E emoções duradouras .


Não pense, você que proibe.
O carinho se misturar
Censura e inibe .
O casal demonstrar
Toda ternura que lhe cabe
A força de se amar.


Essa lua que expia ...
Toda essa empolgação .
Aquece a noite fria.
Com a força do seu clarão.

Rogéria Costa.



A N J O








O que você faria se estivesse numa situação onde tudo ficou estagnado ?

Há evolução em sua volta e o ¨ seu ¨ mundo retrocedeu.

As portas se fecharam e ninguém para lhe explicar tantas injustiças.

Apenas, esperanças dentro do coração.

Então, dar uma angústia !

Sente-se um medo de continuar nesse embaraço e, jamais, sair do marasmo.

E a escuridão de tantas incertezas habitam seus dias.

Nada de concreto para justificar suas esperanças.

Como se tudo estivese depositado nos ombros do desconhecido,
impossibilitando de realizações por seus próprios punhos.


A cabeça começa a pensar na tomada de iniciativas,
mas continua perseguida por esse fantasma imaginário.


E, não existem forças para se libertar e descobrir as exatidões.

Tende-se abrir os olhos, para compreender em vão,
a maneira de preservar
esse destino.

Como dar novo rumo a vida ?

De que maneira retirar a máscara de quem engana
e se esconde atrás de ilusões ?


Gostaria, imensamente, que um anjo bom, viesse me ajudar.

Não é preciso tudo para ser feliz.

De primordial, apenas, a verdade,
o interesse genuíno, a mão amiga que tanto se procura.

Dando realce a existência.

Concorrendo para um mesmo fim.

Um anjo de asas deslumbrantes, envolventes da luz de sabedorias.

Que ofusca a nossa vista pela ação de sua imensa luz.

De personalidade brilhante , sem metamorfoses.

Deixando credibilidade em toda estimativa feita.

Sem temer os destinos alheios, pois nenhum pode se embrelhar aos nossos.

Harmonizar, buscando atrair as boas graças.

Enfim, envolver a sua inspiração naqueles que necessitam da sua luz.

Anjo que ampara, ilumina e encaminha para a
realidade indiscutível e pacífica...!


Rogéria Costa.

M E N S A G E M


CLIK E LEIA...............É LINDO !

Ensaio Inspirado



Você é poesia.
Ensaio inspirado.
Que aprecia...
Um sonho dourado.

Com tanta personalidade.
Pode brilhar de verdade.
Os olhares perseguem você
Cara de celebridde.
Cheiro de novidade.
Ranking do prazer !

Hit da estação.
Fazendo revisão.
Em uma nova versão.
No último verão.
Fonte de inspiração.
Borbulhe com satisfação !


Rogéria Costa

B A L A D A


Voce vai adorar !
O prazer que se tem.
Som prá pular.
Acessórios do bem.
Saudável sem exagerar.

Os instrumentos são solidários.
No rítmo e na melodia.
Passos imaginários.
Feliz com maestria.

Visual lamê.
Do rock nacional.
E tanto pra se vê.
Aplicações de metal.

Brilhante no palco.
Boas vibrações.
Sem gosto do alcool.
Nem sinto pressões.

Rogéria Costa.

O vestido azul


Conta a lenda que numa cidade longínqua, vivia uma bela menina.

Ela estudava num colégio, junto com várias crianças.

Apesar de sua beleza ,comparecia as aulas, trajando-se diferente das outras.

Suas vestes eram sujas e maltrapilhas e, também , seu aspecto.

Isso chamou atenção do professor, que procurou amenizar áquela situação.

Presenteou sua aluna com um bonito vestido azul.

Ela ficou muito contente com o vestido novo, cheiroso e bonito.

Apartir daquele dia, a mãe da garota começou a cuidar melhor dos seus utensílios escolares, suas roupas, sapatos, dando maior atenção as ncessidades
básicas da filha.

Certo dia, o professor foi a sua casa, pois aquela família
queria agradecer toda gentileza.

Ele observou que a casa humilde daquela família precisa de alguns
consertos e se prontificou a ajudar.


Levou tintas e ¨caiou¨, plantou algumas mudas de flores, consertou a cerca...enfim, melhorou todo o ambiente.

Tudo com a colaboração dos familiares da aluna.

Daquele dia em diante, tomaram gosto para manter
aquele novo aspecto.

A casa ficou muito bonita, chamando atenção entre as outras da rua.

Os outros moradores observaram os concertos e começaram, também, a arrumar as suas casas, seguindo o exemplo do professor e daquela família.

E, num passo de mágica, as casas daquela rua se transformaram.

Todas ficaram belas e harmoniosas !

Apartir dessa iniciativa, decidiu-se organizar um concurso para
eleger a mais bela rua do bairro.

Incentivo que deixou todo bairro muito bonito, tornando-se um
grande exemplo para aquela cidade.


todos os bairros participaram, transformando-se numa imensa
corrente de solidariedade.

E o professor ficou feliz !

Percebeu que seu gesto tão simples, em agradar a aluna, conseguiu
colaborar com várias pessoas, dos bairros e da cidade inteira.

Um pequeno sonho transformou-se num empreendedorismo,
repercutindo e beneficiando a muitos.

Indiscutivelmente, o afeto daquele professor transformou-se numa
bonita e extensiva colaboração.


Com esse exemplo, podemos concluir que
A FORÇA DO AMOR EXISTE !


**** Escutei essa história hoje, na TV Aparecida - Canal 28
Gostei bastante e resolvi transcrevê-la.

Rogéria Costa




Encontre essa história aqui:
http://literaturadecordel.vilabol.uol.com.br/vestido_azul.htm
Site: http://literaturadecordel.vila.bol.com.br



Literatura de Cordel
http://literaturadecordel.vila.bol.com.br

Discurso







Não sou apenas discurso.
Meu discurso, costumo por em prática.
Assim, de nada valia toda palavra
E, o esforço para ser corretamente interpretada.


Não pretendo viver num mundo vazio.
Sem entenderem minhas idéias.
Preciso transmitir
Tudo que aprecio...
E, também, repudiu.


Tenho a constatação de alguns episódios
Que a vida sempre me impões...
Deixando muita mágoa e arrepios
Porém, não me retirando a garra
De entendê-los e desfiá-los fios por fios.


Hoje, estou mesmo
Bastante decepcionada.
Vivia, assim, a esmo...
Sem perceber quase nada
Pois, eram pessoas diferentes
que errôneamente reinavam
E minhas idéias, jamais, coroavam.


Transmito, assim, para todos,
neste espaço garantido.
As mágoas, dores e engodos
que extasiam no meu ouvido.
Ficando, apenas, o real...
para sempre, aqui, escritos.


Rogéria C osta.


CONVITE


E x p l i c a ç ã o







Aparentemente, relato o lado sombrio e negro da vida, em vez do luminoso.

Pode ser interpretado por distúrbios psicóticos.

Pois, essas pessoas, também, possuem amor dentro de si.

Mero engano...!

Existem momentos onde temos de colocar nossas mágoas para fora.

E, assim vira-se nesse muro de lamentações infinitas, pois, percebe-se (mesmo tardiamente) que estavam lhe jogando num ¨buraco¨.

Então, decide-se parar de cavar, senão ele ficará mais fundo,
pois alí só se
acha amargura.

Agora, constato que necessito cavar no lugar certo, onde há poços
de alegria e vontade de viver.


Evidentemente que na vida existem momentos difíceis.

Ruím é permitir que seja inundada por amarguras, desconfianças, dores da existência e antigos ressentimentos.

A existência não consiste numa festa permanente !

Não temo tentar outra maneira de trilhar a vida, mas com coisas
positivas da existência.


Quero aprender o seu lado leve, alegre, verdadeiro...,
pois não são somente fúteis e vazios.


Fúteis e vazios são as pessoas que convivem para prejudicar o semelhante.

Rogéria Costa.

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

B O N A N Ç A



A juventude dar o privilégio de lutarmos e o nosso físico não ser prejudicado.

Fazemos uso da nossa energia para, mais tarde, aplicar a reserva conquistada.

Devemos nos espelhar na fábula ¨A cigarra e a formiga¨.

Durante o verão a cigarra só fazia cantar, enquanto a formiga trabalhava.

A estação propiciava para isso.

Ela plantava, colhia e armazenava todo alimento, porque o inverno não permitia trabalhar , devido a frieza e os nevoeiros.
Depois que o acabava o verão a cigarra se entristecia, não tinha o que comer, onde se abrigar.

Ela não pensou no futuro e não se espelhou na formiga.
E sofria...

Mas, a formiga além de ser trabalhadora, tinha um enorme coração.

Levou a cigarra para o abrigo que construíu no verão e a hospedou durante toda estação do frio.

Desde criança que ouço essa parábola, deixando-me uma mensagem importante.

Todos nós devemos pensar no amanhã, enquanto jovens, armazenando o fruto do trabalho, para no futuro, saudavelmente, usufruí-lo.

Assim, desfrutaremos esse amanhã, tranquilamente !

E no crepúsculo da vida, empregar os benefícios da nossa produção com calmaria, tranquilidade, ventura e felicidade.

Assim, por sermos maduros, os conhecimentos darão mais pespicácia e inteligência para usarmos e aproveitarmos os frutos colhidos com saúde, energia e amor.

Viveremos assim numa eterna BONANÇA !


Rogéria Costa

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

V I T Ó R I A



Não irão interromper nossa vitória.

Ela perâmbula no íntimo daqueles que são positivos.

Uma mensagem cuja realidade não pode ser posta em dúvidas.

E, assim destruir inocentes ou não ajudá-los, pela ignorância de achar que todos são iguais ao serem julgados. Porém, esse pensamento está errado. Não se deve errar duas vezes. Principalmente, vingando-se de quem não merece.

Portanto, a nossa vitória continua... e dela dependerá a felicidade de muitos.

Para que se valer de um ato errôneo antigo e destruir pessoas que não tem nada com isso. Mais uma razão de afirmar que a vitória já é nossa... !

Todos os desafios serão transpostos e conquistaremos suas realizações, positivamente, em prol dos inocentes e injustiçados.

E ao perâmbular no íntimo do positivismo, temos a plena certeza da vitória para quem quer ... curar-se.... produzir... criar... enfim, viver em plenitude.

Contudo, aqueles que desenvolveram e espalharam tanto mal serão vingados. Apenas,os responsáveis diretamente, pois planejaram destruir o destino do seu semelhante.

Somente os VERDADEIROS culpados e não os inocentes serão vingados.

Deixe-nos viver na SAÚDE, no AMOR, na VERDADE e na PAZ genuína.

Sejam verdadeiros, não enganem os simples de espíritos e não hajam com malvadezas e mentiras.

Tenho certeza da nossa VITÓRIA....!!!!

Rogéria Costa

terça-feira, 23 de setembro de 2008

TEM RESPOSTAS ?





Tem respostas ?


Para que viver de vinganças ?
Melhor conviver com concretizações,
com pensamentos úteis , com paz.


Por que mentir, enganar, viver o irreal ?
E, colocar quem não quer, nessa loucura.

Como atrasar o progresso e desenvolvimento
de uma família ?

Por onde escapar de tanta falsidade ?

Por que não libertar quem não quer viver preso injustamente ?
O que se ganha apropriar-se do outro para proveito próprio ?

Quais os motivos de odiar, enfernizar e desiludir ?
Por que retirar as forças do bem da vida do outro ?

Tem respostas ?
Não sei...

Todavia, tenho certeza que quem determinou
tanta impiedade, não sairá em pune.



Rogéria Costa



O OUTRO





Muitas vezes, coloque-se no lugar do outro.

Sinta-se na situação que você não exporia nem mesmo um inimigo.

Nada justifica prejudicar o semelhante, principalmente, se esse não cometeu nenhum mal.

Antes de determinar a condenação, precisa-se saber se tudo é verídico, e se você gostaria de viver um castigo injustamente.

Não se julga por hipótese, por incompatibilidade, por preconceito.

Pense bem antes de fazer julgamentos apressados.

Gostaria da rejeição, de insultos, de ódios,... sem merecimento ?

Saber que quando voce vivência seus desejos, sempre resta algo negativo para estragar essa alegria. Como se tivessem puxado seu tapete !

Não quero aprender a arte de guerrear.

Exijo viver a paz de amar.
.
Isso não consiste em pieguice.

Falo o concreto, o viável... o palpável.

Será que vale a pena viver prejudicando ?

Achar que o dinheiro vai amenizar as injustiças ?

Que fazer o semelhante de escravo é legal ou massacrante ?

Se voce não é feliz, não impeça a felicidade dos outros.

Dessa maneira, nunca viverá realizado.

Não use seu poder e sua riqueza para deixar o outro como cativo de seus ideais e realizações.

Nunca abuse da confiança e boa vontade do seu semelhante.

Pense bem antes de agir com o outro, apenas, para seu proveito sem se importar com a sua vida.

Isso não é amizade e, sim, falsidade, exploração.

Bens materiais não compram o amor, a emoção verdadeira, o carinho , a ternura, etc.

Não transfira para outros suas frustações, pensando que um presente, uma esmola vai substituir reais emoções.

Faça sua alegria, colabore com a vida do seu semelhante.

Pense nas suas necessidades, ao cogitar em retirar as possibilidades de crescimento do seu conhecido.

Ninguém pode construir suas realizações se apropriando da vida e passando por cima da felicidade do outro.

Preste atenção...!



Rogéria Costa

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

MEUS IDEAIS


Possuo alguns ideais para realizar...
Nada que não pode ser resolvido.
São possíveis e fáceis de conquistar
E sem muito alarido.
Em princípio...
Quero conquistar um ninho.
Pretendo a compra resolver.
Arrumando-o com carinho
Meu primeiro apê.


Ter a possibilidade,
De fazer alguns ajustes .
Nos acordes da minha sinfonia...
Arrumando toda fisionomia.


Depois com muito tato.
Escolherei uma maneira .
De conquistar de fato ...
Uma nova carreira.


Tenho em mente ,
Algumas possibilidades .
Onde desenvolverei somente ...
Aquelas habilidades
Que me fizerem contente.


Pretendo galgar uma nova profissão.
Que traga bastante prazer.
Não quero mais confusão ...
Nem gente que não sabe conviver.


E para coroar os meus sonhos verdadeiros ...
Espero em Deus, viver sempre feliz !
Encontrando muitos amigos maneiros.
E o amor que sempre quis.


Meus ideais vou concretizar .
Em pouco tempo e com muita sorte .
Para curtir tudo isso ... já !
Com carinho, ternura e amar
Nesta vida querida e não depois da morte.


Nesses meus 51 anos...
Ainda tenho bastante o que galgar.
Juntamente com os ¨meus ¨,
nossos dias aumentar.
Chegando aos apogeus...
de nossas vidas alegrar.



Rogéria Costa